Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

 » Informações » Boletins Informativos » Boletins Informativos iOS » Apple Watch - Rumores

Por favor, faça o login para responder

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

#1Mineirin 

em 27/1/2015, 12:49


Master Administrador
Master Administrador



A Apple já admitiu que os usuários terão que recarregar a bateria do seu Watch uma vez ao dia, ou deixá-lo carregando durante a noite. Mas ela não detalhou mais informações a respeito.

Agora, rumores começam a circular revelando o que seriam dados mais precisos sobre a autonomia do dispositivo.

Fontes do site 9to5mac afirmam que o relógio poderia aguentar, em média, 19 horas de uso misto. Mas o que seria “uso misto”? Bem, haverá momentos que você usará mais o relógio, como ver as horas, medir seus exercícios ou visualizar mensagens. E outros momentos em que o relógio ficará passivo, com a tela desligada. A título de informação, o Watch é programado por padrão para acender a tela automaticamente quando você levanta o braço em sua direção; ou seja, ele tende a ficar uma boa parte do tempo com a tela desligada.

A tela é uma das responsáveis pelo alto consumo da bateria. A Apple preferiu optar pela qualidade e por isso ela terá uma definição tipo Retina, colorida, com atualizações a 60 frames por segundo.

Outro fator que a Apple não abriu mão foi da qualidade do processador. O S1 tem performance comparável ao chip A5 do iPhone 4S, o que também ajuda a consumir bastante bateria.

Em uso contínuo (coisa que geralmente acontece nos primeiros dias após a compra), a autonomia cai muito, ficando entre 2h30 e 4h, dependendo do app usado. Deixando em stand-by, sem mexer nele, pode durar de 2 a 3 dias.

A autonomia da bateria é considerada como um dos pontos fracos do Apple Watch, pois recarregá-la todos os dias é algo que não estamos acostumados a fazer com nossos relógios normais. Mas isso é um ponto que ninguém ainda conseguiu resolver, nem mesmo os concorrentes que já estão no mercado, como Motorola e LG.




Fonte: Blog do Iphone












Hack The Apple

www.BR-Phones.forumeiros.com




#2Mineirin 

em 1/2/2015, 06:17


Master Administrador
Master Administrador
Apple quer alguns aplicativos para Watch prontos em duas semanas



Na imagem acima, vemos o Watch no pulso de uma pessoa, a foto foi subida ao serviço de fotografias Instagram pela editora da Vogue Suzy Menkes, há algumas semanas atrás.

O que você acha do Apple Watch?

Um produto útil?
Apenas outra tela para mostrar mais do mesmo?
Será que se tornará parte integrante de sua vida e você irá operá-lo com naturalidade?
Você acredita no potencial dele?

Deixe seu comentário, será interessante dialogar sobre o lançamento do ano!












Hack The Apple

www.BR-Phones.forumeiros.com




#31Gu@n4 

em 1/2/2015, 21:35


Patrão
Patrão
Poderia ser melhor em minha opinião, algo mais moderno, o menu foi feito por um hacker de ios ai a apple eu nao sei oq fez se comprou a ideia ou roubou olhem o video tambem
https://www.youtube.com/watch?v=shirth1OjRE










http://br-phones.forumeiros.com
#4Mineirin 

em 2/2/2015, 16:43


Master Administrador
Master Administrador
1Gu@n4 escreveu:Poderia ser melhor em minha opinião, algo mais moderno, o menu foi feito por um hacker de ios ai a apple eu nao sei oq fez se comprou a ideia ou roubou olhem o video tambem
https://www.youtube.com/watch?v=shirth1OjRE


e depois menosprezam os chineses...o hacker era chinês?












Hack The Apple

www.BR-Phones.forumeiros.com




#5Mineirin 

em 25/4/2015, 07:48


Master Administrador
Master Administrador

Relógio da Apple não é para os iniciantes no mundo digital

Como todo produto que é o primeiro de sua geração, ele apresenta erros e limitações (OVO)

Farhad Manjoo-Nova York, EUA. Foram três longos – e muitas vezes confusos e frustrantes – dias para eu me apaixonar pelo Apple Watch. Só que depois que me apaixonei, o sentimento foi forte. O primeiro dia foi gasto para conhecer a interface inicialmente complexa. Depois, mais um dia para determinar a melhor maneira de o aparelho se adequar à minha vida. E mais um para entender exatamente o que faz o primeiro grande novo produto da fabricante em cinco anos – e, crucialmente, o que ele não é.

Foi somente no quarto dia que eu comecei a apreciar as formas pelas quais o elegante computador de US$ 650 no meu pulso era mais do que apenas outra tela. Ao me notificar a respeito de eventos digitais assim que ocorriam, e me deixar reagir a eles instantaneamente, sem ter de me atrapalhar com meu telefone, o relógio se tornou algo como uma extensão natural do meu corpo – um vínculo direto, como nunca senti antes, do mundo digital ao meu cérebro. O efeito foi tão poderoso que as pessoas que já haviam comentado sobre meu vício com o smartphone começaram a notar uma mudança no meu comportamento. Para minha mulher, foi uma bênção.

O Apple Watch está longe de ser perfeito e, com preços começando em US$ 350 (R$ 1.050) e indo até os US$ 17 mil (R$ 51 mil), ele não é barato. Embora pareça bastante inteligente, com uma seleção de pulseiras estilosas de couro e metal que representam uma clara distinção da maioria dos dispositivos de vestir, o relógio funciona como um aparelho de primeira geração, com todas as limitações e erros esperados de uma tecnologia nova em folha.

Além disso, ao contrário de produtos revolucionários anteriores da fabricante, o programa do relógio exige uma curva de aprendizado que pode afastar algumas pessoas. Existe uma boa chance de que ele não funcione perfeitamente para a maioria dos consumidores assim que sair da caixa, porque o relógio fica melhor depois que se fuçam suas várias configurações para personalizar o uso.

Em um grau incomum para um novo equipamento da Apple, o relógio não é para novatos da informática. Ele foi projetado para pessoas cuja vida é inundada por notificações vindas de seus telefones e para quem se preocupa e quer tentar administrar a maneira pela qual o mundo digital invade suas vidas.

O recurso mais engenhoso é seu “motor taptic”, o alerta de diferentes notificações digitais produzindo vibrações silenciosas de vários padrões distintos no pulso. À medida que se aprende as vibrações ao longo do tempo, você começará a registrar algumas de forma quase inconsciente.

Mas o relógio não é um iPhone no pulso. Ele tem um conjunto diferente de mecanismos de entrada de dados – temos a coroa digital, um botão usado para rodar a tela e dar zoom, e uma tela sensível ao toque que pode ser pressionada com mais força para se chegar às opções extras. Não existe teclado completo na tela, assim as mensagens enviadas estão confinadas a um conjunto de respostas padrão, emojis e, quando se estiver falando com outros usuários do Watch, mensagens que podem ser desenhadas.

Aplicativos de terceiros ainda são problema, mas usei o relógio para pagamentos em táxis de Nova York e nos supermercados Whole Foods, e para apresentar o cartão de embarque no aeroporto. Quando esses encontros funcionavam, era como ter uma chave mágica para destravar o mundo bem ali no meu braço. O mais empolgante no Watch, ao contrário de outros relógios inteligentes que já experimentei, é a forma pela qual ele confere ao usuário uma sensação geral de capacitação.

Se o Google trouxe o mundo da informação digital aos nossos computadores e o iPhone nos levou a todos os lugares, o Watch constrói o mundo digital diretamente em sua pele. Demora um tempo para se acostumar com ele, mas, quando isso ocorre, é um poder sem o qual não dá mais para viver.












Hack The Apple

www.BR-Phones.forumeiros.com




#6Conteúdo patrocinado 

Hoje à(s) 12:21


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Por favor, faça o login para responder

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum